Químicos para membranas de osmose reversa: Químicos de limpeza para membranas

Os produtos químicos de limpeza para membranas da AWC são altamente eficazes para remover até mesmo as incrustações e incrustações mais resistentes. Nossos químicos são formulados para os mais diversos sistemas de membrana de OR, desde aplicações em alimentos e bebidas até reuso de água.

A efetividade de um procedimento de limpeza de membranas depende tanto do procedimento quanto da qualidade do produto químico de limpeza. No entanto, nem sempre é possível implementar um procedimento ideal devido às limitações no projeto do sistema Clean-In-Place (CIP). A AWC pode fornecer recomendações para o projeto do sistema CIP e pode fornecer treinamento sobre as melhores práticas e procedimentos para melhorar os resultados de limpeza da membrana de OR e reduzir a frequência de CIP’s. Além disso, oferecemos estudos de limpeza que nos permitem identificar a temperatura, o pH e o tempo de limpeza ideais para o agente incrustante de membrana em seu sistema em particular.

Produtos químicos de alto e baixo pH estão disponíveis na forma líquida e em pó.

Todos os produtos químicos de limpeza do AWC são aprovados pela NSF para uso em sistemas de membrana potável.

Químicos de limpeza para membranas

Qual é o procedimento para limpeza das membranas de OR? Quais produtos químicos devem ser usados no CIP?

A limpeza da membrana OR deve ser realizada com produtos químicos CIP de pH alto e baixo. A limpeza com pH alto deve sempre ser realizada primeiro para penetrar e dispersar incrustações biológicas ou orgânicas. Os produtos químicos de limpeza especiais com pH alto penetram com mais eficácia nos contaminantes orgânicos e biológicos pesados, tornando-os mais eficazes do que os produtos químicos CIP comumente usados, como o hidróxido de sódio. Embora muitos escolham os produtos químicos CIP de menor custo, seu custo anual acabará sendo significativamente mais alto devido à maior frequência de limpeza, o que acarreta mais custos de mão de obra, custos de produtos químicos e tempo de inatividade. É sempre recomendável a realização de um estudo de limpeza para garantir que o desempenho da membrana seja totalmente restaurado após o CIP.

Algumas empresas recomendam o uso de ácido cítrico antes da limpeza alcalina, devido às suas propriedades quelantes. A AWC é contra esta prática pois incrustantes orgânicos perdem sua carga aniônica se uma limpeza de baixo pH for realizada primeiro, e como quase sempre algum permeado é produzido durante o CIP, estas incrustações serão compactadas na membrana e se tornarão mais difíceis de penetrar.

Qual é o melhor método para limpeza das membranas de OR?

Os resultados do CIP serão melhores se cada estágio for limpo individualmente. Isso permitirá a velocidade máxima de fluxo durante a limpeza. Se os dois estágios de um sistema com um arranjo 2: 1 forem limpos simultaneamente, cada vaso de pressão no segundo estágio receberá o dobro da velocidade de fluxo do primeiro estágio. Isso causaria o efeito “telescópio” da membrana no segundo estágio se os elementos do primeiro estágio fossem limpos na velocidade de fluxo ideal. Alternativamente, baseando a velocidade de fluxo no segundo estágio, as membranas do primeiro estágio não receberiam limpeza superficial suficiente.

Realizando a limpeza das membranas de OR

O volume total no sistema deve sempre ser considerado ao determinar a quantidade de produtos químicos CIP a serem adicionados. Você pode usar a calculadora AWC CIP RO de nosso site para ajudá-lo a calcular a quantidade correta de químicos.

Ao realizar a limpeza de um sistema RO, os primeiros 20% da solução de limpeza são utilizados para enxague do sistema e devem ser descartados. Isso evitará a contaminação da solução de limpeza com incrustações soltas e grandes sólidos suspensos.

A solução restante é então circulada através do sistema enquanto se monitora cuidadosamente o diferencial de pressão (ΔP). O ΔP não deve exceder 10 PSI (0,69 bar) por elemento de membrana. A cada 30 a 60 minutos, a circulação pode ser interrompida para permitir que as membranas fiquem “de molho” por cerca de 30 a 60 minutos. A circulação deve então ser reiniciada para limpar o foulant desintegrado e trazer um novo produto químico de limpeza para a superfície da membrana. O pH deve ser verificado a cada 15-30 minutos durante a circulação. Se o pH da solução de limpeza for alterado, deve-se adicionar mais produto químico de limpeza para ajuste de acordo com a faixa desejada.

A imersão e a circulação podem ser repetidas alternadamente até que a limpeza seja concluída. A limpeza com pH baixo é considerada completa quando o pH se estabiliza, mas a duração de uma limpeza com pH alto deve ser baseada em um tempo pré-determinado. O tempo necessário para os resultados ideais do CIP pode ser obtido por tentativas e erros ou pela realização de um estudo de limpeza.

Uma limpeza alcalina geralmente é realizada em um range de pH de 11-12 usando um produto químico de limpeza, como por exemplo o AWC C-236 para sílica, AWC C-237 para incrustação biológica ou AWC C-227 para incrustação orgânica severa. Deve-se adicionar mais produto químico durante a limpeza toda vez que o pH ficar abaixo de 11. Se a solução se tornar significativamente escura ou turva, esta deve ser drenada e uma nova solução de limpeza deve ser preparada.

Uma limpeza de baixo pH deve ser realizada em um pH de 2 – 3 utilizando produtos químicos como AWC C-234 ou AWC C-235 (livre de fósforo). Se o pH da solução de limpeza aumentar acima de 3 a qualquer momento durante a limpeza, mais produto químico deve ser adicionado para reduzir o pH para sua faixa-alvo de 2 – 3.

AWC fornece à comunidade de membrana soluções químicas para otimizar a operação do sistema de OR. Não deixe de nos contatar hoje pelo telefone (813) 246-5448 para saber mais sobre nossas especialidades de produtos químicos de limpeza.